Café...tudo de bom!

7.7.11

07 de Julho: O Dia das Paneleiras!


Dança, música, congo, carisma, moqueca, panela de barro. É a festa das paneleiras!

Todo ano ocorre a Festa das Paneleiras de Goiabeiras. Este ano houve a 17ª edição do evento, que contou com a apresentação de várias bandas, além, claro, de um restaurante especializado nas delícias da culinária capixaba feitas na panela de barro.


A abertura da festa foi feita pela Banda de Congo das Paneleiras de Goiabeiras. O grupo, que já se apresentou por todo o Espírito Santo e em outros estados, é presença confirmada em todas as edições do evento. Homens, mulheres e crianças tocam e cantam com a alegria e o orgulho de estar ali representando uma das tradições das paneleiras de Goiabeiras.


Como tudo começou

Foi em 1990 que houve a primeira Festa das Paneleiras com apoio da Prefetura de Vitória. O objetivo do evento era divulgar o trabalho das paneleiras, assim como vender suas produções. A festa foi uma maneira também de atender a outro anseio das paneleiras. Elas queriam não só ter seus produtos em circulação no mercado, mas também participar desta comercialização de forma direta. Assim elas também entrariam no circuito de repercussão das panelas de barro. Os seus produtos já tinham um reconhecimento, e agora elas também queriam ser reconhecidas e valorizadas pelo espaço que ocupam.


Após alguns anos o evento se tornou oficial. A continuidade auxiliou o processo de construção da indentidade das Paneleiras de Goiabeiras. A festa passou a ter um significado além da sua faceta comercial. O poder público passou a utilizar a imagem que havia sido formada para o fortalecimento de sua polítia cultural. Houve também um direcionamento do evento para a população em geral, como uma opção de entretenimento.


Mesmo com as mudanças na estrutura e no caráter do evento, a essência prevaleceu: a valorização das paneleiras e de seu ofício. A festa é uma oportunidade para elas mostrarem seu trabalho e receberem o reconhecimento que merecem por manterem viva a tradição da panela de barro. É a sobrevivência de uma tradição herdada dos indígenas e de um símbolo da cultura capixaba.

fonte:








bjs,soninha

Postar um comentário