Café...tudo de bom!

10.10.11

10 de Outubro: Dia Mundial Contra a Pena de Morte


Sabemos que ocorrem crimes hediondos capazes de fazer a terra tremer, nos deixando estarrecidos tamanha a crueldade com que se revestem. Quando escutamos a notícia o nosso ímpeto primário, visceral e porque não dizer, irracional, é falarmos: eu faria isto...aquilo...e até mataria! 

Claro que nos indignamos ante a crueldade de pais que assassinam filhos, filhos que matam pais, netos que trucidam avós, criancinhas recém nascidas mortas cruelmente por quem lhes deu a vida e tantas coisas tenebrosas, e nos perguntamos: será que estas criaturas que cometem tais crimes são mesmo seres humanos?

Difícil, muito difícil de se acreditar!

E o que fazer com tais criaturas?  Matá-las através da pena de morte?  Retirá-las do mundo a fim de privar a sociedade destas criaturas desalmadas?  Será que resolveria o problema?  os que foram mortos por elas retornariam ao convívio dos familiares?  A morte apagaria a morte?

Para mim, somente a prisão perpétua, a exclusão total do convívio da sociedade , seria capaz de proporcionar a estas pessoas a oportunidade de "pensarem" acerca de si mesmos e das atrocidades por eles cometidas. 

Se matam por vício, o que é pior do que privar o viciado da sua droga?

Se matam por pura crueldade, passarão a refletir até onde esta os levou.

Se matam por prazer, terão cortado o prazer a a amargura tomará conta da sua alma criando desconforto que incita a buscar prazeres mais refinados e menos cruéis.

Seja qual for o motivo que matem, terão tempo suficiente para refletirem e, quem sabe, mudarem a forma de ser e de pensar a vida.

Sou contra, terminantemente contra a pena de morte, mas sou a favor da prisão perpétua sem chances de condicional, para tais crimes.

abçs, 
Postar um comentário