Café...tudo de bom!

7.9.13

Corno


Senti uma certa coceira na testa
despontando como um dente de leite!
Eu não sabia, para o seu deleite:
O que que houve? Eu perdi o melhor da festa?

Casar com a pessoa errada dá nisso!
Enquanto eu trabalho feito um cavalo
minha mulher recebe em casa um safado
e depois não quer se deitar comigo!

Ninguém respeita um corno sofredor!
Pensam que não deu conta da mulher
deixando que ela ardesse de calor!

Mas a culpa não é do maridão!
Pois a semente daquele pecado
ela já trazia no coração!

Euclides da Cunha - 1866-1909
Postar um comentário