Café...tudo de bom!

9.11.13

Tema


"... E agora, José?"
Perguntou o Carlos Drummond.
E agora, José,
Responde depressa ao Carlos Drummond.
Responde, José; responde se és homem:
"... e agora?"

Anda:
Ele é teu mestre,
José;
Ele é teu amo,
José;
José;
Ele é teu pai.
Responde-lhe: "... e agora?

Pelo menos José do Carlos Drummond de Andrade
Informa, depois de pensar:
Quem é o culpado de eu não ser poeta?

O Carlos Drummond?
Meu pai?
Minha mãe?
Tu, José?

Será que tiraste toda a poesia
Que antes brotava,
Jorrava de mim?
Por que José?
Por quê?

José do Carlos Drummond:
Tu és um ladrão.
Roubaste a minha poesia.
Deixaste-me só.
Abandonado, nu.
Sem poesia, sem nada.

*Torquato Neto*
Bahia, 10/10/61
Postar um comentário