Café...tudo de bom!

2.1.14

Tenho saudades...




O meu coração está apertado,muito apertado.A minh'alma apática chora a tragédia do Japão. Sei que há brasileiros neste momento pensando:

- Ainda bem que no Brasil não há destas coisas.

Sim,pode não haver,ainda,terremotos e tsunamis mas há usina nuclear sujeita aos mesmos acidentes que aconteceram lá no Japão.Falha acontece em qualquer coisa a qualquer momento,pricipalmente quando se trata daquilo que foi construção do homem.

O ser humano evoluiu na inteligência, na tecnologia mas ainda está muito distante da evolução moral. Se houvesse atingido um patamar evolutivo moral razoável,já teria compreendido que a guerra é sinônimo de barbárie,seja ela com a utilização de arcos e flechas,fuzís,armas biológicas,nucleares etc...

O mundo só será conquistado através da paz porque ele não nos pertence para que o disputemos a toque de armas letais como se defendêssemos uma propriedade que nós erguemos. Será que isto é tão difícil de se compreender? Estamos aqui passando um estágio evolutivo donde seremos retirados a qualquer momento pela nossa fiel companheira: a morte!

Alguns homens,anestesiados pelo orgulho,amor próprio e vaidade,se esquecem disto,julgam-se donos de si mesmos e constroem "brinquedinhos" com intenções "dúbias", verdadeiras armas letais quando danificadas.

Em verdade os construtores de tais "brinquedinhos" nada sofrem ou quase nada,porque não se expõem e tratam rapidinho de se protegerem e aos seus quando a situação é grave. E os funcionários que lidam com estes "brinquedinhos"tendo que resfriá-los,abrir e fechar válvulas etc,pessoas que precisam trabalhar honestamente para sustentarem as suas famílias tendo que ver a ruína dos seus sonhos, Como ficam?!

Isto é uma lástima que dói,dói muito e só não dói em quem não possui sensibilidade.

Recordo-me e sinto saudades dos tempos das velas,candeeiros e energia gerada por motores que eram desligados às 22h deixando algumas cidades iluminadas pela luz das velas. Não havia ladrões,ameaças de explosões de brinquedos radioativos,os alimentos eram puros e as águas podiam ser bebidas nas torneiras ou nos potes onde ficavam frias bem frias,dispensando a geladeira.

Tenho saudades de quando o mundo engatinhava no infinito e nós vislumbravámos a sua destinação. 

Hoje?! Eu não sei não!


abçs, 


Postar um comentário