Café...tudo de bom!

31.12.10

Desnudando a Alma!



 Desnudando a Alma!

Despir-me-ei, incontinenti
me despojarei das mentiras
que, ao acaso  me revestem
revelarei a minha essência
inda que não agrade
serei eu mesma.
Não me aplauda assim
com tamanho frenesí
pois já não sei
se o faço, por mim...ou
por ti.


bjs,soninha



Postar um comentário