Café...tudo de bom!

7.8.11

Marguerite Abouet


Primeira quadrinista africana a participar do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, mais conhecido como FIQ, 7ª edição do evento.


Abouet nasceu na Costa do Marfim em 1971, e aos doze anos se mudou para a França, com seu irmão, para estudar. Ela passou a vida entre empregos como servente, babá, acompanhante de velhinhos, e em meio a isso tudo, descobriu a escrita. Sempre escreveu, embora nunca tenha divulgado seus trabalhos, até conhecer seu marido, o ilustrador Clément Oubrerie, e publicar sua primeira obra, em forma de quadrinho! YEY!


Em Aya de Yopougon, sua primeira obra, lemos sobre o cotidiano de três jovens meninas e tudo o que isso envolve: garotos, festas, conflitos, família gigante, irmãos implicantes.


A graphic novel tem seis volumes, tendo sido o primeiro publicado no Brasil pela L&PM, na coleção Outros Formatos; já foi traduzida para doze idiomas, vendendo mais de 300 cópias em todo o mundo e ganhou o prêmio de melhor história em quadrinhos do Festival Internacional de Angoulême.


A  FIQ  ocorre dos dias 9 a 13 de Novembro, em Belo Horizonte.
abçs,
Postar um comentário