Café...tudo de bom!

5.11.12

Da Infância Perdida


A infância.....
Ah!, a infância perdida!
Hoje é tudo,
tudo o que me resta
nesta vida!.

*****

Quando queria escrever,
trancava-me em meu escritório.
Dócil, sorrindo, ela vinha.
Batia na porta e sussurrava:
— Pa..pai!.
Assim, fiz-me poeta.
E, jamais voltei a escrever
uma frase, um verso sequer.

*****

Meu pai, alimentava os porcos.
Minha mãe, no batedouro.
E eu,..eu jamais poderia imaginar
que, aquele sonho, um dia,
(já adulto)
me fizesse chorar!.

Mauro Gonçalves Rueda

Postar um comentário